La Vache Bleue: um canto de arte esquisito


vintique_image

Difícil definir o La Vache Bleue. O surrealismo já começa pelo nome: A Vaca Azul. Eles se definem simplesmente como “um coletivo de artistas”. Mas se eu tiver que colocar em uma frase, lá vai: uma favela artística construída embaixo de um trilho de trem abandonado. Do trilho do trem nós já falamos antes, é a Petite Ceinture, uma ferrovia que circunda Paris e que está desativada há décadas.

vintique_image (3)

Pois no trecho em que a ferrovia atravessa o Canal de L’Ourcq, no 19ème arrondissement de Paris, um grupo de artistas ocupou os depósitos que ficam sob o trilho e construiu barracos ao redor da antiga estação Ourcq Jean Jaures. E ali instalou seus ateliês. São artistas plásticos, atores, diretores de teatro, poetas e músicos que, ao mesmo tempo em que produzem, abrem as portas para o público conhecer as suas criações. Apesar de totalmente obscuro, o espaço está completando 20 anos de atividades.

vintique_image (4)

Ao chegar no La Vache Bleue, o visitante depara com um corredor ao ar livre. Quando entra, tem a impressão de ser teletransportado de Paris para algum lugar remoto no interior da África ou da Índia. Pelo caminho você vai encontrando esculturas coloridas de madeira no chão e também penduradas pelas árvores. O aluguel de um ateliê custa 45 euros por mês, um valor simbólico, mas, durante o verão, muitos artistas preferem trabalhar ao ar livre mesmo, como a atriz da foto abaixo.

vintique_image (2)

Olhando de fora, ninguém imagina, mas este lugar improvisado abriga, além dos ateliês, uma galeria de exposições, um teatro e um bar.  É bom checar a agenda de eventos antes de aparecer por lá, mas, se não tiver nenhuma atração rolando, vale o passeio de qualquer maneira, pois muitas das obras estão pela rua mesmo, como essas raízes de árvore coloridas e bem surrealistas.

vintique_image (5)

O La Vache Bleue é um bom lugar para caminhar em uma tarde ensolarada, não recomendado durante o inverno nem à noite (já que a área é potencialmente perigosa). Mas desde já está levando o Troféu Paris Lado B de canto mais obscuro e esquisito que encontramos na cidade. Por enquanto.

vintique_image (1)

La Vache Bleue

25 Quai de L’Oise. 75019 Paris
Métro Ourcq ou Corentin Cariou.
A entrada fica ao lado da ponte de ferro que atravessa o Canal de L’Ourcq. Confira no Google Maps antes de partir, porque o lugar é bem escondido.

Aproveitando a viagem:

About Gabriel B. 71 Articles
Connard, flâneur, ringard.