Bouillon Belge: cerveja e batata frita belgas

O chato de viajar pela Europa é que são tantos lugares incríveis, todos tão diferentes e tão próximos, que é impossível justamente fazer uma viagem “à Europa”. Aí você vai de Amsterdam a Paris, por exemplo, e ali no meio está a Bélgica, suplicando por uns dias da sua programação. Mas falta tempo, ou falta dinheiro… É preciso fazer escolhas.

O Bouillon Belge é um bom refúgio se for este o caso, principalmente se o que mais atrai você na Bélgica são as cervejas (confessa, vai). São mais de 100 tipos diferentes, em garrafa ou pressão, entre 2,50 e 6,50 euros – ou ainda em garrafas de 750ml, entre 14 e 16 euros. Pilsen, blanche, kriek, faro, duple, triple, tem de tudo. Ficou na dúvida? O pessoal do bar ajuda a escolher, mas sem abrir mão da piadinha “Você prefere loiras, ruivas ou morenas?”…

Para amortecer o álcool, a cozinha do bar oferece pratos típicos da Bélgica, como a carbonnade flamande ou as tradicionais batatas fritas servidas em um cone.

Além disso, toda quarta-feira, a partir das 20h30, tem comida de graça. Ok, nem tudo é perfeito, e a comida em questão não é nenhuma maravilha belga, mas pode variar entre o tradicional couscous ou o chili con carne. De graça, né? E bem acompanhada.

Le Bouillon Belge
6 rue Planchat, 75020, Paris
Metrô: Avron (linha 2) ou Buzenval (linha 9)
Aberto das 17h às 2h, de segunda a sexta; do meio-dia às 2h no sábado; e do meio-dia à meia-noite no domingo

site: http://lebouillonbelge.fr/

Aproveitando a viagem:

  • Essa região não é muito forte em atrações (aliás, evite explorar as ruazinhas por ali a pé, tarde da noite), mas a três estações de metrô (linha 2) do Bouillon Belge fica o cemitério Père Lachaise. Já a linha 9 passa também por Oberkampf.

Veja também: