Café hipster 2 – La Caféothèque

cafeotque1

Dando sequência à série de posts com “Cafés Hipsters”, hoje vamos falar do La Caféothèque de Paris (e se você não entendeu o conceito de “café hipster”, leia o primeiro post da série com a explicação).

A Caféothèque, como o nome sugere (a tradução em português seria cafeoteca, como uma biblioteca ou discoteca) oferece uma vasto “acervo” de cafés, em diferentes combinações. Apesar de entrar na nossa lista de “cafés hipsters”, é preciso dizer que este é o menos hipster dos cafés da nossa série. Como fica no Marais, em frente à Île Saint-Louis e ao Sena, acaba atraindo todo tipo de público. E ainda há um detalhe importante que espanta um certo tipo de hipster: não há wifi para trabalhar. Pior: em um dos quatro ambientes do café é até mesmo proibido usar computador, para “manter a atmosfera boa”.

De resto, a Caféothèque, assim como o Lomi, é também uma escola, oferecendo cursos de torrefação e técnicas ligadas ao café. O preço também não é muito diferente: cerca de 5 euros por um cafe crème feito à perfeição. As opções de comida são poucas, a maioria doces e tortas. O destaque da Caféothèque é realmente o ambiente: cheio de poltronas, perfeito para marcar um encontro ou ir sozinho com um livro no inverno. Os proprietários e o staff são bastante simpáticos (para o padrão parisiense de grosseria).

Por fim, a principal dica se você quiser “go wild” no mundo do café é pedir o “cafe signature”. É uma receita de café especial, quente ou gelada, inventada por um dos baristas e que eles não dizem antes o que é. Você paga 7 euros por uma surpresa. Todo dia um diferente. Mas sempre vale a pena.

cafeotheque2

(Fotos do Facebook de La Caféothèque)

La Caféothèque de Paris
52, rue de l’Hôtel-de-Ville 75004 Paris.
Metros Pont-Marie, Saint-Paul.
Aberto todos os dias das 9h30 às 19h30.

Leia também:

About Gabriel B. 71 Articles
Connard, flâneur, ringard.