Mangás e quadrinhos para comprar ou apenas ler

Paris tem pelo menos duas “china towns”, bairros com grande concentração de imigrantes e comércio asiático: uma em Belleville (20ème arrondissement) e outra, a maior, em Olympiades (13ème arrondissement). Mas a melhor loja/biblioteca de cultura pop japonesa não fica em nenhum dos dois, e sim no tradicional Quartier Latin (5ème arrondissement).

Em plena subida da montanha do Panthéon, o Manga Café é um espaço com decoração moderna que contrasta com as características históricas da vizinhança. A especialidade da casa, como o nome indica, são os livros de histórias em quadrinho japoneses, os mangás. São prateleiras e mais prateleiras com 10 mil opções — a maior biblioteca de mangás de toda a França. E se você acha que essa cultura moderna japonesa não tem nada a ver com Paris, saiba que a França é o segundo maior consumidor mundial de mangás, com 10 milhões de livros vendidos no ano passado.

O conceito do lugar é o mesmo dos cafés surgidos nos anos 1970 no bairro estudantil de Nagoya, em Tóquio: ser um ambiente de relaxamento para ler mangás e jogar vídeo-game (Playstation) degustando diversos tipos de cafés ou refrigerantes, comendo sopas ou doces. Além das prateleiras repletas de livros, há um balcão com bonecos, chaveiros, cartas e outros produtos ligados aos personagens das histórias. É uma espécie de clube para quem gosta do assunto e, de tempos em tempos, a loja também realiza sessões de autógrafo com os autores do gênero e concursos de Cosplay.

Mas os preços para usufruir do acervo não são lá muito baixos e variam conforme o horário. No de maior movimento, das 13h às 22h, a primeira hora custa 4 euros. Pela manhã, das 10h30 às 13h, é mais barato, 3 euros a primeira hora. E cada meia-hora passada depois da primeira hora, 1,50 euro. Para quem é viciado, o negócio é pagar o passe para um dia inteiro, a 24 euros.

Manga Café
11 bis Rue des Carmes. 75005. Paris.
Metro Maubert-Mutualité (linha 10).
Fone: 01 43 26 50 04.
Abre todos os dias, mas com horários diferentes. Segundas e quintas-feiras, das 14h às 22h. Nos outros dias, das 10h30 às 22h.

Aproveitando a viagem:

  • O ponto turístico mais famoso ao redor é o Panthéon.
  • Se o seu negócio são os quadrinhos, não deixe de caminhar até a Album, uma das maiores lojas do gênero em Paris, que fica no Boulevard Saint-Germain, a apenas três quadras do Manga Café.
  • Passe no ótimo bar Le Piano Vache, ali perto, para uma cerveja.

About Gabriel B. 115 Articles
Connard, flâneur, ringard.

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Cervejada na Sorbonne | Paris Lado B
  2. Os 100 anos do Neon em exposição | Paris Lado B

Comments are closed.